Ferrugem emocionado com homenagem

Homenagem ao cantor ferrugem


O cantor Ferrugem participou do Tamanho Família neste domingo, 7/7, e relembrou momentos de sua infância e início da carreira na música. Nascido e criado em Campo Grande, no Rio de Janeiro, o artista não conteve as lágrimas ao receber a tradicional homenagem da família. Confira!

Ferrugem super emocionado não segurou as lágrimas com homenagem.
Ferrugem não segurou as lágrimas

Primeiro contato com a música

Em bate-papo com Márcio Garcia, o músico lembrou a infância em Campo Grande e contou que o interesse pela música surgiu da convivência com a mãe.

“A música sempre esteve presente na minha vida. Eu não escolhi a música, ela me escolheu no ventre da minha mãe. É bem mais forte que uma pessoa que escolheu, que se sente tocado por ela. Eu já nasci com isso no sangue. A minha mãe fazendo comida, estava ouvindo música; arrumava as coisas cantando; me levando para escola, estava cantando… Ela teve a oportunidade de ganhar com Tim Maia fazendo backing vocal.”

Paixão pelo samba

O cantor disse que a paixão pelo samba começou do interesse pelo cavaquinho de um amigo.

“Tem um amigo da família, que eu considero um tio, e ele trabalhava na coleta de lixo. Um dia, no lixão, ele encontrou um cavaquinho e levou para casa. Eu vi e perguntei o que era e ele falou que era um cavaquinho e perguntou se eu queria. Falei que sim e ele disse que teria que eu teria que aprender a tocar. Estava meio quebrado, meu pai juntou um dinheirinho e pagou o conserto. E o meu avô me deu uma revista de cavaquinho para que eu pudesse aprender. Não sabia ler cifra, partitura, nem nada, mas tinha o desenho do instrumento e eu ia tocando.”

Ferrugem cantando seus maiores sucessos em homenagem

Morte da ex-mulher

Em um momento pra lá de emocionante, Ferrugem falou do falecimento da ex-mulher, com quem tem uma filha, Júlia.


“Foi o momento mais difícil, se não o mais difícil, porque todos os outros a gente consegue contornar. Mas eu fui presenteado com a Júlia, que me ajudou nesse período de tristeza, de perda. A gente não estava mais junto, eu e a Juliana, a gente tinha se separado há quatro meses, mas a gente tinha um contato fixo, se falava todo dia por causa da Júlia. Ela se preocupava comigo. Não andava com cartão, conta, nada, ela continuou cuidando de mim, mesmo a gente não estando junto. Então, para mim, foi uma perda gigante, que nunca vai se reparar.

Pai de três

Ferrugem contou de como foi o encontro com a atual esposa, Thais. Os dois tiveram duas filhas: Sophia e Aurora.

“A Júlia veio, eu continuei sendo um garoto, mesmo sem um bom pai porque nunca deixei essa função de lado. Mas quando veio a Sophia eu ganhei uma consciência que eu não tinha. Quando a Aurora chegou eu posso dizer que deixei de ser garoto e virei homem de verdade. Elas trouxeram essa seriedade que eu precisava para lidar com a vida.”

Quem também se emocionou com essa homenagem ao cantor ferrugem não deixa de compartilhar com os amigos! ❤️🎵

Ferrugem, Notícias

PODERÁ GOSTAR TAMBÉM:


Veja também:

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *